Já é um utilizador registado?
Recuperar
password
Se ainda não o é
Cesto de compras
        O Cesto está vazio
Pesquisar
Início
Quem somos
Contactos
Ajuda
Links
Catálogo
à mão de semear
Ficção
Juvenil
outro olhar
Percursos
psi
Saúde e Bem-Estar
extra colecção
Autores
Bruce H. Lipton

Bruce H. Lipton, biólogo celular e conferencista, é reconhecido internacionalmente como um dos pioneiros na ligação entre ciência e espiritualidade. Recebeu o prestigiado Prémio Goi da Paz (Japão) em 2009, que distingue a sua contribuição científica para a harmonia mundial.
Catálogo

Título: O Que Querem As Mulheres?
Título original: What Do Women Want?
Autoria: Luise Eichenbaum e Susie Orbach
Colecção: psi
Dimensões: 15 x 22,5 cm
Nº de páginas: 208
Preço: 5 €
Preço online: 5 €


Sinopse

Em vinte e cinco anos de psicoterapia tivemos oportunidade de aprofundar esta questão com centenas de mulheres e homens. Nos primeiros anos de prática, quando abrimos o Women’s Therapy Centre em Londres, a confusão e auto-recriminação que envolviam a vontade e os desejos das mulheres eram por demais evidentes. E agora, em 1999, no Women’s Therapy Centre Institute em Nova Iorque, o conteúdo das histórias das mulheres pode ter mudado, reflectindo as mudanças sociais nas suas vidas no último quarto de século, mas a confusão e a repulsa pelas necessidades femininas mantêm-se. Ainda hoje as mulheres jovens se envergonham da forma como dependem do seu parceiro (se o tiverem), ou do seu desejo de ter uma relação de confiança (se o não têm). Já não é suposto ser-se assim. Sentem uma pressão social para serem independentes, confiantes, capazes de prover às suas próprias necessidades. Acham que era diferente com as suas avós, e até com as suas mães, porque foram educadas com expectativas diferentes sobre o que podiam e deviam ser, e que foram ensinadas a arranjar casamentos em que a sua dependência era assumida. As relações parecem muito mais complicadas hoje em dia. E, no entanto, sabemos muito bem da luta destas avós e mães para encontrarem uma identidade própria dentro dos limites de um papel social circunscrito. Ainda para mais, como iremos demonstrar, a dependência emocional era, de facto, tão complicada para as mulheres dessas gerações como o é para as jovens mulheres de hoje. Porque, apesar de as nossas avós parecerem dependentes (e podem tê-lo sido economicamente), a maioria sentia-se terrivelmente só emocionalmente. Se havia dependência emocional, elas satisfaziam mais as carências dos outros do que as suas próprias. Havia um enorme desequilíbrio na reciprocidade da assistência emocional.
 

SUSIE ORBACH e LUISE EICHENBAUM foram pioneiras no desenvolvimento e prática clínica da psicoterapia feminista. Juntas, fundaram, em 1976, o Women’s Therapy Centre em Londres e, em 1981, o Women's Therapy Centre Institute em Nova Iorque.

Links relacionados
Notas biográficas
  • Luise Eichenbaum
  • Susie Orbach
  • Política de Privacidade e Segurança | Contactos | Ajuda copyright © 2006-2018 Sinais de fogo made by: BuzzID